Wednesday, May 23, 2018

Ironia


Tuesday, May 22, 2018

Desistentes

Também nesta questão nem sempre o que parece, é.
Normalmente, as pessoas parecem ter dificuldades em desistir, o que nem sempre corresponde à verdade; a maioria não gosta de se aleijar e, por isso, desiste facilmente mas porque demora a assumir parece que a coisa foi muito ponderada e difícil.

Se meter umas lágrimas, então...ficamos todos a saber o quão doloroso é!

Eu decido rápido e executo rápido, pelo que a aparência é que a decisão é ou fácil ou impulsiva quando, as mais das vezes, não é uma coisa nem outra.
É como quando o gajo disse ao House mas nem sequer ponderaste o meu pedido e ele respondeu ponderei, ponderei mas foi depressa!.

Ora, não criticarei aqueles que não privam comigo e nem me conhecem por acharem coisas baseando-se apenas nas aparências. No fim de contas, só têm as aparências para se guiar e não é exigível que sejam suficientemente espertos para registar dicas muito subtis.

Eu não sou um desistente mas assumo que tento conseguir desistir.
A minha tendência é carregar sempre e carregar forte!
Por exemplo: as pessoas registam que saio muitas vezes para fumar e, por isso, que trabalham mais que eu...incapazes de registar que eu - contrariamente à esmagadora maioria - tenho sempre tudo em dia;
As pessoas registam que eu fumo, que eu bebo e que não tenho especial vontade de me cansar...incapazes de registar que fui bem sucedido em todos os desportos que pratiquei, campeão nacional de cenas e internacional pelo meu País.

Conseguem ter o trabalho todo em dia sem trabalhar?
Conseguem ter sucesso que se veja em competição sem nenhum esforço?
Ninguém consegue.

MAS,
porque não sou visto a chorar;
porque não sou visto a desesperar;
porque não sou visto stressado;
porque vou fumar muitas vezes;
porque não ligo ao que pensam de mim... passo por tudo aquilo que não sou porque não estou na caixa e nem finjo que estou.

Sinto-me injustiçado?
Não por quem não me conhece.
Por quem me conhece e acha o mesmo sinto-me desiludido.

Mas e a desistência?
Bem...
a minha natureza não é de desistir mas de tentar até rebentar.
O meu objectivo - ainda não plenamente conseguido - é de desistir assim que se torne aparente que o que quero não vai acontecer.
Mas, então, desistes?! 
A maior parte das vezes, tarde.
E a maior parte dessas vezes nem é porque me faltam as forças; a maior parte das vezes dá-se que fico com uma sensação pior do que desistir (uma das poucas) - ESTUPIDEZ.


Monday, May 14, 2018

"Aquilo que era Mulher..."


Makes me Happy!

Thursday, May 10, 2018

Gente Independente

Eu sei que parece pior a cada dia que passa pessoas que apesar de juntas não têm as suas vidas com alguma distância.
Hobbies próprios;
Jantares com amigos;
Férias com as amigas e por aí fora.

Nunca quis isso.
Para isso, tenho todas essas coisas sem me dar ao trabalho de ser forçado a dar importância ou, pior!, a fingir que dou importância à opinião de outra pessoa, por exemplo.

Não gosto quando não estás em casa foi-me dito de forma eufemística.
Acho bem. Nunca quis coisa diferente e sempre que não o tive fiquei sozinho.

Paquito, BITCHES!


Wednesday, May 09, 2018

DIAL L-O-V-E (SO COOL!)


Tuesday, May 08, 2018

Tubarões & Bicicletas

Não me considero uma pessoa activa.
Quando se pensa numa pessoa activa, lembramo-nos de gente que está sempre a fazer cenas; gente que faz triatlos ou que tem dois empregos ou 10 hobbies. Enfim, pensa-se no corpo que se movimenta ou no tempo que está ocupado com o que se vê acontecer.
Eu não sou necessariamente isto.

...mas eu preciso de estar em constante movimento.
De vez em quando esqueço-me mas rapidamente me lembro quando paro.

Tenho sempre um livro em curso;
Tenho quase sempre um post em criação;
Tenho as mais das vezes uma caminhada a esperar por mim;
Tenho constantemente em vista a próxima altura em que vou tirar fotografias.

Também estou com várias janelas abertas no Google e a pensar no que farei para jantar ou onde irei jantar ou que série verei mais tarde ou o que contarei ou o que me será contado quando o dia acabar.

Isto não é mau mas é um problema.
Nas raras vezes em que o tempo fica vazio sou a bicicleta que não é pedalada ou o tubarão que deixa de nadar; a bicicleta cai; o tubarão morre.

Muito pouco disto se vê ou, sequer, se percebe.
Peso mais do que devia, pelo que aparento coisa diferente de activo;
Ando muito mais tempo do que o normal com óculos de sol e preocupo-me muito pouco com o que me rodeia, pelo que aparento ser muito relaxado.
Não sou nenhuma dessas coisas.

Ah, K, por que te lembraste disto?
Bem...
Contrariamente ao que me acontece diariamente, hoje não estou acompanhado...o que não é um problema nos termos clássicos da coisa.
O problema que me apanhou é ter um tempo que não desejo para pensar caralho, não é bem isto que eu quero. Não é novo mas como tenho, agora, outras coisas em que pensar - coisas boas - o que me incomodaria mais frequentemente e com que teria de lidar agora está encoberto e raramente aparece.

Felizmente, não se trata de problemas com Ela. Aliás, é por não se tratar de problemas com Ela que os outros problemas que me assaltavam deixaram de ter preponderância.

Hoje, como é bom de ver, recuperaram alguma da preponderância.

Monday, May 07, 2018

Only the beste 4 U, BITCHES!